Atendimento Nutricional Personalizado - Palestra - Educação Nutricional - Consultoria para escola - Oficina culinária - Treinamento

Shimeji

O shimeji (Pleurotus ostereatusé um alimento de excelente valor nutriticional, pois contém alto teor de proteínas e fibras, além de conter baixo teor de gordura e uma considerável quantidade de fósforo. Além disso contém cálcio, ergosterol, que é precursor da vitamina D, fundamental para a fixação do cálcio nos ossos e ferro. E mais, fortalece o sistema imunológico por conta da betaglucana, que se alia às células de defesa do nosso organismo. Além de ser muito nutritivo, é pouco calórico, em 100g de shimeji encontramos apenas 35 calorias.


É rápido e facílimo de fazer, segue a receita:


Ingredientes:

400g de shimeji
2 colheres (sopa) de azeite de oliva*
4 dentes de alho ralados 
4 colheres (sopa) de molho de soja light
Salsinha picada à gosto

Modo de preparo:

Lave o shimeji e corte a pontinha do cabo. Separe as pencas e deixe escorrer para sair toda a água. Em uma frigideira, refogue o alho no azeite e acrescente o shimeji. Refogue até murchar. Acrescente o molho de soja e a salsinha e deixe apurar por 2-3 minutos. 

* quem preferir pode substituir o azeite pela manteiga. 


A betaglucana, um polissacarídeo presente na  parede celular dos cogumelos comestíveis são usadas na medicina devido as suas propriedades bioativas, imunomoduladoras e antitumorais. O lentinan é uma dessas betaglucanas que tem sido alvo de muitas pesquisas nos últimos quarenta anos e seria capaz de estimular o funcionamento dos macrófagos, células responsáveis pela produção da interleucina, outra substância relacionada ao combate da gripe e de outras infecções, até mesmo as causadas por doenças crônicas, além de prevenir o aparecimento de tumores.

Também têm a propriedade de regular o nível de açúcar no sangue, controlando o diabetes, e de baixar as taxas de colesterol, o que reduz riscos de doenças cardiovasculares. Contêm ainda ácido fólico, essencial para evitar problemas na formação do tubo neural do feto e até doenças degenerativas, como o Alzheimer.  


Não é à toa que os chineses chamam os cogumelos de tônico da longevidade e os utilizam, há muitos anos, secos ou na forma de extratos como medicamentos para tratar o corpo e viver cada vez melhor.


Nenhum comentário:

Postar um comentário