Atendimento Nutricional Personalizado - Palestra - Educação Nutricional - Consultoria para escola - Oficina culinária - Treinamento

Filé de peixe dourado

Sabemos que consumir peixe é saudável e muito nutritivo.
Mas e você, quanto consome de peixe na semana?

Alguns pacientes relatam que consomem pouco peixe, e pior, ainda frito!! 
O problema da fritura é que quando imergimos o alimento no óleo, ele absorve muuuuita gordura, principalmente naquela famosa casquinha à milanesa. 
Sabemos que essa não é a forma mais saudável de consumir o peixe...
Apesar de ser gostoso, deve ser consumido com moderação ok?
Está na hora de mudar esse hábito, inclua, gradativamente, peixe na alimentação 
de 1 a 2 vezes na semana. 

Hummmmm
Aprenda essa receita de filé de badejo bem dourado, nutritivo e saudável.

Pensando nisso, testei esta receita e deu certo! 
O filé de peixe não precisa mais ficar branquelo...aí está, douradinho e o melhor, 
sem fritar em um monte de óleo.

Temperar o filé à gosto.Eu coloquei alho e sal.
Passe os filés temperados em 1 ovo batido. 
O ovo vai "segurar" o filé na hora de dourar, formando uma casquinha. 

Unte a frigideira como ensinei aqui
Adicione o filé passado no ovo (escorra bem antes de colocar na frigideira).

Apesar de formar uma casquinha no peixe, ao virar, faça com delicadeza para não quebrar. Use uma espátula para auxiliar...
É importante limpar a frigideira com papel toalha e untar novamente a cada "fritada/dourada".


 Filé de badejo 

O peixe é uma importante fonte protéica com baixo teor de gordura, principalmente poliinsaturada. Contém boa quantidade de Vitamina A, D, E, niacina (Vitamina B3), ácido pantotênico (Vitamina B5), magnésio, cálcio, ferro, manganês, potássio e sódio. 

Os peixes mais gordos são boas fontes de ômega 3, a gordura do "bem", que tem ação antiinflamatória, portanto, auxilia na perda de peso (obesidade), diminui o risco de doenças cardiovasculares, triglicérides e colesterol. Boas fontes são: sardinha, atum, salmão e arenque. 

E ainda, o consumo de peixe está associado a um menor risco de desenvolvimento de doenças neurológicas, tais como: Alzheimer, Parkinson e demência. Isso acontece porque o ômega 3 além da excelente propriedade antiinflamatória, possui propriedades neuroprotetoras e antioxidantes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário